Prótese Fixa ou Removível.




Prótese Fixa ou Removível.

A perda de dentes pode ser provocada pela cárie, doenças das gengivas e por traumatismos (as doenças das gengivas são a principal causa). Quando faltam dentes, os que estão ao lado e os oponentes tendem a mover-se para o espaço livre provocando desequilíbrios nas arcadas dentárias.

Também acontece o desaparecimento do osso alvéolar (osso onde estão implantadas as raízes dos dentes). Por isso é muito importante usar prótese, de preferência fixa.

Qual é a melhor Prótese Dentária?

Todas as próteses dentárias restauram a função mastigatória, a estética e fonética, são os chamados Dentes Postiços. Mas a Prótese Fixa é melhor que a Removível.


Uma prótese pode ser feita para substituir um dente, dois dentes, três dentes, por aí fora, até a totalidade dos dentes. Para cada situação existe um tipo recomendado, ou várias tipos possíveis, incluindo a mais moderna sobre implantes, conhecida por dentadura fixa.

Existem dois tipos principais de prótese dentária, a Fixa, e a Removível. Por exemplo, a Dentadura Fixa é parafusada em implantes, ou cimentada em dentes naturais e não pode ser retirada no dia a dia. Com a prótese removível, o paciente tira e põe a dentadura, total ou parcial, sempre que quiser.

Ambos os tipos podem ser parciais ou totais. A Fixa Parcial, compreende coroas e pontes e pode utilizar dentes naturais para se segurar. A dentadura fixa total de porcelana, pode restaurar os dentes todos da boca e usa implantes dentários para a sua fixação. É um exemplo de prótese fixa total.

Mediante o que se acabou de referir, importa primeiro saber quantos dentes faltam. A partir daí começa-se a estabelecer uma solução, ou várias soluções. O fator econômico pode nalguns casos ser determinante na escolha.

O papel do Implante dentário na prótese fixa


Os implantes dentários utilizam-se em casos de perda de um ou mais dentes, quando se pretende colocar uma prótese fixa. Funcionam como as raízes dos dentes naturais.

É no caso da pessoa totalmente desdentada, que os implantes mais contribuem para uma melhoria radical na qualidade de vida. A nova dentadura, retida no lugar pelos implantes, leva ao ponto do utente pensar que tem dentes verdadeiros. Recupera o conforto, a confiança e auto estima.

Quando o osso da arcada não tem expessura suficiente pode-se optar por mini-implantes, ou enxerto de osso.

Que próteses dentárias se usam com implante dentário?

Coroa dentária
Ponte dentária de cerâmica
Dentadura Fixa tipo Prótese total híbrida (com dentes e base em acrílico e estrutura interna metálica)
Dentadura completa de porcelana ou ponte total com dentes em cerâmica
Dentadura de encaixe (dentadura semi fixa de resina acrílica)


A prótese fixa sem implantes é constituída por coroas dentárias e pontes dentárias parciais. Com implantes inclui também a ponte total e a dentadura fixa.

A coroa dentária ou jaqueta é uma capa que se destina a reconstruir um dente parcialmente destruído.

Quando não existe dente a coroa pode ser fixa a um implante dentário através de um parafuso, ou cimentada. Apenas dois tipos de coroa se consideram com qualidade para serem usadas, a coroa de porcelana fundida no metal e a coroa de cerâmica total.

Coroa com pino na raiz.

Quando só resta a raiz do dente, a coroa artificial pode ser feita com uma extensão que entra pelo canal pulpar do dente (canal do nervo), no interior da raiz.

Ponte dentária.

A ponte dentária é sempre fixa e é um tipo de prótese destinado a substituir um ou mais dentes, apoiando-se em dentes vizinhos ao espaço desdentado. Os elementos que ficam suspensos são denominados pônticos.

Hoje existe uma nova opção, a coroa ou ponte dentária apoiadas em implantes dentários: nestes casos não é necessário recorrer aos dentes que sobram para a retenção e apoio da ponte. Tornou-se possível uma ponte fixa para recuperar todos os dentes, nesse caso estamos perante uma Dentadura fixa.

Do mesmo modo, para a colocação de um único dente, já não é preciso fazer uma ponte apoiada nos dentes adjacentes, ficando este dente postiço preso (parafusado) ao implante que lhe serve de suporte.

É preciso não confundir estes trabalhos com as coroas acrílicas provisórias (os chamados pivots) que por vezes são colocadas pelos dentistas com objectivo temporário, sem qualificação para serem consideradas como um tipo de restauração fixa permanente.

A prótese dentária fixa é a opção ideal nos casos em que faltam poucos dentes, não só pelo conforto como pela estética, embora seja mais cara que a prótese móvel (removível).


Prótese móvel.

Próteses removíveis dividem-se em parciais e totais.

A parcial removível é normalmente em acrílico mas também pode ter a base em silicone, nylon ou ainda uma parte metálica chamada esqueleto.

Como o termo parcial indica, destina-se a substituir um ou mais dentes mas não os dentes todos. Esse é um outro tipo de removível, a total ou completa, como veremos mais abaixo.

Esquelética PPR

A Esquelética é uma prótese parcial móvel que cobre uma porção menor da boca. Isso deve-se à robustez da sua parte metálica o que permite diminuir a sua extensão. Ideais para quando a pessoa não quer cobrir o céu da boca.

Usa grampos (ganchos) nos dentes para se manter no lugar. Daí pode resultar num problema estético se o grampo ou gancho ficar muito visível.

Por vezes fica folgada, mas esse problema é prontamente resolvido num dentista ou laboratório prótesico, através do aperto dos ganchos ou grampos. A liga metálica usada nas esqueléticas é uma liga não preciosa de crômio-cobalto ou crômio-níquel.

É mais cara que a vulgar placa de dentes e precisa sempre de dentes naturais onde agarrar e ganhar apoio, mas também é o melhor tipo de dentadura parcial removível.


Prótese dentária removível de acrílico ou Silicone
De entre todos os tipos é a mais barata e deveria ter apenas um carácter temporário. No entanto é muito usada por razões sócio econômicas.

É mantida na boca pelas retenções presentes nos dentes que ainda restam. Apoia-se únicamente nos tecidos moles e no que resta do osso alveolar.




Agende sua avaliação com um de nossos profissionais e conheça os diferenciais que a RCR Odonto pode oferecer para transformar o seu sorriso!

Agende uma consulta de avaliação agora mesmo!

RCR Odonto

Av. Cangaíba, 2851 - Cangaiba, São Paulo - SP, 03721-220.
Telefones - (11)2957.1806 / / (11)2682.1297

Acesse nosso site para saber mais - http://odontorcr.com.br

Próteses dentárias modernas.




Próteses dentárias modernas.


As próteses dentárias modernas oferecem benefícios diversos para aquelas pessoas que buscam restaurar seu sorriso. De maneira rápida e eficaz, as soluções atuais garantem maior segurança e bem-estar aos pacientes.São muitos pacientes que buscam revitalizar seu sorriso através de próteses dentárias.


Devido a cáries, problemas na gengiva e higienização ineficaz, muitas pessoas sofrem com a perda dos dentes. No contexto citado, as opções modernas em próteses dentárias surgem com soluções eficazes aos pacientes. Conheça, abaixo, algumas delas:


Prótese Protocolo: a prótese protocolo proporciona a seus usuários uma função mastigatória perfeita, tornando-se tão natural quanto uma arcada dentária original. A prótese é parafusada e fixa, de modo camuflado, sobre um determinado número de implantes (mínimo de quatro na arcada inferior e seis na arcada superior).  A prótese protocolo sobre implante conta com uma estrutura interna em titânio ou zircônio e é coberta por dentes de cerâmica. Nada mais é que uma prótese total fixada sobre implantes que substitui as conhecidas dentaduras.


Coroa Metal Free e Coroa Metalo Cerâmica: A diferença é o material utilizado para dar resistência a coroa. Nas metalo-cerâmicas esta estrutura é de metal, o que dá uma grande resistência a fratura, mas a translucidez natural do dente fica prejudicada, sendo usadas mais nos dentes posteriores, onde a passagem de luz não ocorre. Já as coroas metal free usam uma estrutura estética, de zirconia ou e-max, com a cor correta, transmitindo a luz de maneira semelhante ao dente natural. Estas coroas são recomendadas para dentes da frente.


Overdentures: pacientes que já utilizam uma prótese dentária total removível, também conhecida como dentadura, possuem outra excelente alternativa com as overdentures. Elas são próteses removíveis fixadas a um número reduzido de implantes, proporcionando uma ótima fixação à gengiva quando comparadas a uma prótese total convencional. Uma ótima alternativa a prótese tipo Protocolo com um custo reduzido.


Como escolher uma prótese dentária?


Para escolha de uma prótese dentária, o acompanhamento de um cirurgião dentista qualificado é essencial. Através de uma avaliação, ele indicará as melhores opções de tratamento para o seu caso, garantindo sucesso absoluto na instalação de uma prótese.


As próteses dentárias possuem inúmeras particularidades. Por isso, é importante entender e conhecer os diferentes tipos e analisar qual a melhor opção para o paciente.


Tratamento com próteses dentárias deve ser supervisionado pelo dentista


Como dito anteriormente, é essencial que o tratamento com próteses dentárias seja supervisionado por um dentista especializado. Muitas pessoas possuem o receio de que o procedimento seja dolorido, por exemplo. Porém, com as técnicas atuais aplicadas por um dentista capacitado, o tratamento com próteses dentárias se torna praticamente indolor.


Nunca se esqueça: os cuidados adotados por cirurgiões dentistas qualificados são essenciais para que a prótese dentária tenha eficácia e durabilidade.




Agende sua avaliação com um de nossos profissionais e conheça os diferenciais que a RCR Odonto pode oferecer para transformar o seu sorriso!

Agende uma consulta de avaliação agora mesmo!

RCR Odonto

Av. Cangaíba, 2851 - Cangaiba, São Paulo - SP, 03721-220.
Telefones - (11)2957.1806 / / (11)2682.1297

Acesse nosso site para saber mais - http://odontorcr.com.br


Lente de contato dental.




Lente de contato dental.

Com o desenvolvimento da Odontologia surgem cada vez mais opções de procedimentos para tornar o sorriso atraente. Um deles, a lente de contato dental, vem se tornando cada vez mais popular, principalmente entre os famosos.


A técnica é capaz de proporcionar grandes melhorias na forma e cor dos dentes em pouco tempo. A seguir, saiba mais sobre o procedimento:


O que é lente de contato dental?


Lente de contato dental consiste em um laminado extrafino que é colado sobre a superfície externa dos dentes.


“Por ser muito fina, se assemelha com a lente de contato ocular, daí o motivo de ter recebido esse nome”, explica o cirurgião dentista Carlos Cordeiro, da Clínica Carlos Cordeiro.


Do que é feita?



Há dois tipos: a lente de contato dental com resina ou a faceta de porcelana. A escolha do material dependerá dos objetivos do tratamento.

Como é feita?


Primeiramente, o odontologista deve entender os motivos que levaram o paciente a optar pelas lentes de contato dental e avaliar se este é, realmente, o procedimento mais vantajoso e adequado para o caso.


Caso o uso das próteses seja válido, o profissional analisa a forma e a cor ideal das lentes de contato dentais para cada paciente, visto que o laminado deve combinar com o rosto, os lábios e a personalidade da pessoa.


Mock up

Em alguns casos, o paciente pode ter uma prévia de como ficará o sorriso após a colocação da lente de contato dental por meio da aplicação de uma resina bisacrílica sobre os dentes naturais, sem que nenhum desgaste seja necessário.


O material dura no máximo dois dias é indicado para quem ainda não está seguro e gostaria de visualizar os resultados antes de investir altos valores em laminados definitivos.


Preparo dos dentes


Após paciente e odontologista chegarem a um consenso sobre a cor, formato e posição das lentes, é necessário preparar os dentes originais para recebê-las.


Para isso, “a superfície do dente recebe pequenas alterações por meio de desgastes.


Produção


Após o preparo dos dentes, a boca é escaneada com uma câmera 3D e o novo sorriso é desenhado no computador. Por fim, a lente de contato dental é produzida manualmente ou em uma máquina que funciona como uma impressora 3D.


Colocação


A última fase consiste na colocação das lentes, já prontas, por meio de uma espécie de adesivo líquido.


Nesta etapa, é essencial que detalhes de encaixe e tamanho sejam milimetricamente adequados pelo profissional.


Precisa de anestesia?


Se for necessário um desgaste dentário tão abrangente que alcance a dentina, tecido responsável pela sensibilidade, é preciso anestesiar o paciente para evitar incômodos. Caso contrário, não é necessária anestesia.


Quantas sessões são necessárias?


São necessárias pelo menos três sessões com o dentista para completar a colocação das lente, visto que há diversas fases no processo, como planejamento, preparo, mock up e aplicação dos moldes.


Quem pode usar as lentes?


O tratamento com lente de contato dental somente é indicado para pequenas correções estéticas de posicionamento, tamanho, formato, volume, textura ou cor que não foram resolvidas por outros tratamentos.


Grandes desvios estéticos, como dentes tortos, ainda precisam de um tratamento ortodôntico prévio. É também muito importante que a estrutura dentária que irá receber as lentes, esteja saudável e resistente.


Então, o mais comum é que a  lente de contato dental seja utilizada para corrigir:


Afastamento: fechamento avantajado de espaços entre dentes, que são diastemas
Tamanho: alongamento de comprimento e largura dos dentes
Textura: correções na textura dos dentes desgastados
Forma: correção de dentes quebrados ou lascados
Cor: alterações de manchas ou cores escurecidas



Agende sua avaliação com um de nossos profissionais e conheça os diferenciais que a RCR Odonto pode oferecer para transformar o seu sorriso!

Agende uma consulta de avaliação agora mesmo!

RCR Odonto

Av. Cangaíba, 2851 - Cangaiba, São Paulo - SP, 03721-220.
Telefones - (11)2957.1806 / / (11)2682.1297

Acesse nosso site para saber mais - http://odontorcr.com.br